sábado, 8 de novembro de 2008

mais.

O tempo passou e hoje, sinto-me exactamente como me sentia há uns meses atrás.
Sinto que falhei a vida e que, inevitavelmente, vou continuar a falhar.
Sinto que desiludi pessoas e que, estupidamente, vou continuar a desiludir.
Sinto que preciso mudar, mas surpreendentemente não o consigo fazer.
Sinto que me falta alguma coisa, mas constantemente desisto de a procurar.

Mais. Quero mais. E quero, acima de tudo, saber como alcançá-lo.

3 comentários:

Clyde disse...

Likas , a vida nao é facil e já tiveste provas disso...

Nao tentes mudar, pq és fantastica tal como és :D

Nunca me desiludis-te , muito pelo contrario, cada vez mais me das motivos de orgulho mesmo a "400KM" de distancia *.*

Adoro-te e adorei o texto :)@

Claudio disse...

:o.
Só tens de fazer uma coisa... :X

Lembrares-te de mim de vez enquanto!
Nem que seja para jogar um joguinho no msn como hoje! hehe! xP

Fazes-me falta . . .

Beijinho ;)

Luís Miguel Alves disse...

a "novela mexicana" a tomar contornos dramáticos.
Não percam os próximos episódios desta brilhante série que nós também nao :PP

Sim Melhor Amiga, falhas e continuas a falhar na vida, és, aliás, a pior pessoa que eu conheço :S
Deixa de ser tão dramática e inrealista.
A vida é aquilo que nós a fazemos e se tu fazes a tua num cenário de tal dramatismo, ela vai ser assim mesmo :X
Por isso, pensa que tens um melhor amigo como eu (aa), uns pais qe te adoram e uns amigos que fazem tudo por ti e sorri :D
(se o próximo post neste blog for como este, ficas sem net em casa durante um mês, para aprenderes -.-)