terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Epílogo

Percorrer um dos sítios que marcou a nossa história custou. Custou muito.
Ao longo do percurso apercebi-me de que estava sozinha. De que já não o estavas a fazer comigo. Vagueei, muito lentamente por aquele lugar tentado absorver e relembrar o máximo de recordações possíveis.
E aconteceu. Relembrei conversas, piadas, gestos.
Ao olhar para aqueles bancos quase nos imaginei, aos dois num dos nossos abraços tão especiais e tão… nossos.
Quando atravessei todo o local e entrei num que em nada tinha que ver connosco percebi que a nossa história ia ficar ali, exactamente no local em que se tinha desenvolvido. Tinha que ser assim.


(de uma história que ainda ia a meio)

3 comentários:

Filipa disse...

oh, ele foi um bem que te fez muito mal!
:S

Carraca disse...

Tu prometeste que quando acabassem os exames me ias contar TUDO. Não penses que me esqueci!

Licas disse...

ainda ontem me lembrei disso ;)