quarta-feira, 14 de abril de 2010

o amor perfeito é a maior treta que pode existir.

É verdade. O amor 'perfeito' é mesmo a maior treta que existe no mundo. Desde pequenas que nos ensinam que o Príncipe encantado um dia ficará com a sua bela Princesa, que viverão num castelo e serão felizes para sempre. Tretas. Tudo tretas. Não existem Príncipes encantados e muito menos sapos que se transformam em Príncipes. Nem sequer existem Princesas...!
Existe, isso sim, o Homem e a Mulher. Dois seres imperfeitos, que se completam. Dois seres que, cada um a sua maneira, se amam. Dois seres (imperfeitos, já tinha dito?) que poderão vir a partilhar um dia-a-dia, uma casa, uma família. Seres humanos, perfeitos na sua imperfeição.
E há que viver com uma certeza: Não há amores perfeitos. Há sim pessoas que, apesar de todos os seus defeitos, se amam e são felizes juntas.

4 comentários:

Carraca disse...

Tão verdade...

Octávio Gabriel disse...

posso ser feliz contigo? :$

Licas disse...

podes *.*

Bruno Augusto disse...

ja nao és feliz com a tua mao direita, oh gay? FY! =)
quanto ao texto imperfeito ftw!