segunda-feira, 23 de novembro de 2009

orientação.

Sinto-me incompleta. Sim, é essa a palavra adequada: incompleta. Sinto falta de muitos sorrisos que antes inundavam o meu dia-a-dia. Sinto falta dos braços que tinha sempre abertos para mim. Sinto falta da confiança, da cumplicidade, de tudo o que éramos. Cada um de vocês, ao abandonar o meu dia-a-dia, levou convosco um bocadinho de mim. Do que eu sou. Do que eu era. E , por causa disto sinto-me perdida. Sinto-me sem saber para onde ir, com quem ir. Sinto-me a milhas de distância e sem indicações para seguir.
Preciso urgentemente de uma orientação.

1 comentário:

Filipa disse...

O meu nome do meio é Mapa, por isso quando estiveres desorientada, já sabes, conta comigo likinhas!

LOVE YOU !