domingo, 4 de julho de 2010

Sim, quero. Para todo o sempre, amén.

O casamento é, nada mais nada menos, uma prisão. Duas pessoas que achem que querem ficar juntas para sempre, das duas uma: ou estão tolas de todo ou estão quase a ficar. É que só pode. Já viram quanto tempo é o 'para sempre'? É que não se trata de 2 meses, 2 anos, 20, 50, 60 anos. Trata-se de 'sempre'. Para o resto da vida. É muito tempo!
Eu até acho que o dia do casamento é uma coisa bonita. A boda propriamente dita. O comes e bebes. Os filhos das irmãs a correrem de um lado para o outro, o tio que já não aguenta um bom 'maduro' e dança a noite toda com a camisa já aberta, sem casaco e sem gravata. A tio solteirona que apanha o ramo da noiva pela 'enésima' vez. Os primos adolescentes (do noivo e da noiva) com as hormonas aos saltos que se querem conhecer. Cortar o bolo com fogo de artifício atrás, com uma musiquinha lamechas no fundo, cruzar as taças de champanhe, o beijo super apaixonado. Tudo muito bonito. Mas... e depois? E quando os noivos apaixonados se fartarem um do outro? Sim, quem ama também se cansa, também se chateia. E também se vai embora. Nada é eterno, meus caros. E o dia-a-dia partilhado com outra pessoa não deve ser nada fácil. E não percebo essa obsessão pelo casamento. Essa fixação por dizer 'sim, quero', por se comprometerem perante Deus e perante meio mundo a ficarem 'para sempre' com a pessoa que está ao lado. Isso é uma irresponsabilidade gigantesca, não acham? Se estão bem juntos, fiquem assim, JUNTOS. Se quiserem viver juntos, VIVAM juntos. Comprem uma casinha e vão viver para lá 'para sempre' (leia-se "enquanto der"). Quando esse "para sempre" acabar, vai cada um para seu lado, vendem a casa e pronto, são livres e muito felizes novamente. Carago, o casamento É UM PAPEL! Um papel que pode mudar a vossa vida para sempre! (Sem contar com os milhares de euros gastos no festa que dava para fazer umas grandes férias a dois). Sejam responsáveis e deixem-se dessas merdas, sim? Obrigada.

11 comentários:

Patrícia disse...

Ahahah, sem dúvida que amei.
Concordo plenamente.
Casamento? só aos 50, com um velo ricaço, ahaha :D

Hapi disse...

Concordo.
Não quero casar.
Não quero ter filhos.
Quero ter alguém para amar e que me ama, mas quero dedicar-me de alma a minha profissão e a mim e isso não combina com casamento e crianças! :)

Beijo

C' disse...

acho que afinal ja nao somos assim tao parecidas :p nunca discordei tanto com alguma coisa que escrevesses.

L. disse...

Patrícia,

nem aos 50 ahah

L. disse...

Hapi,

concordo perfeitamente.
quero ser uma mulher livre, dedicar-me ao meu emprego, ter um homem ao meu lado, que me ame mas que também tenha a sua vida. Que se dedique ao emprego e a mim.
Quero ter sempre tempo para namorar e fazer coisas novas.
E isso não envolve nem casamento nem filhos. de todo.

L. disse...

C'

é normal que não concordes porque, para além dos 'ensinamentos' da tua família, sempre viveste num 'conto de fadas', sempre acreditaste que tudo era possível e que todos vamos ser felizes um dia.
Eu já desacreditei disso.
Ou melhor, eu prefiro dizer que já abri os olhos. Mas pode ser que um dia mude de ideias, quem sabe.

Sónia Cunha disse...

Nem sempre o "para sempre" acaba.. não tomes o fim como verdade absoluta..

Lawliet Shinzo disse...

Ora bem, a minha futura esposa já comentou, por isso tenho que lhe dar cobertura... xDD

"Duas pessoas que achem que querem ficar juntas para sempre, das duas uma: ou estão tolas de todo ou estão quase a ficar." Epa, não é verdade! Faz parte! O ser humano é feito sobretudo de impulsos! Aquilo que para nós é bestial para nós agora, pode no momento seguinte ser besta! Mas enquanto que é bestial, há que aproveitar, pois nada nos garante que passe a ser besta algum dia! Pode nem acontecer! É um tiro no escuro? É! Mas acho que vale a pena arriscar!

"Já viram quanto tempo é o 'para sempre'? É que não se trata de 2 meses, 2 anos, 20, 50, 60 anos. Trata-se de 'sempre'. Para o resto da vida. É muito tempo!" Para sempre não é o mesmo que para o resto da vida! Eu acredito no amor eterno, e posso-te garantir que uma vida não chega para o disfrutar!

"E quando os noivos apaixonados se fartarem um do outro? Sim, quem ama também se cansa, também se chateia. E também se vai embora. Nada é eterno, meus caros." Se os apaixonados se fartam é porque não é amor.. É sim uma paixoneta! Uma pequena "obsessão"! Quem ama não cansa porque uma relação não é viver de uma rotina, mas sim do viver novas experiências no dia-a-dia, no intensificar relações, no (como tu bem dizes num texto mais recente) reavivar a chama!

"Carago, o casamento É UM PAPEL!" Certo! O casamento é um papel! É uma cerimónia criada pelo homem! Dirigida por um homem! O casamento em si não vale de muito... As alianças, o beijinho em frente ao padre... Isso não tem valor! O casamento só vale aquilo que os noivos quiseres que vale! Porque um padre dizer "Declaro-vos marido e mulher" é facil! Qualquer badameco diz isso! Um padre é um badameco qualquer! Badameco esse que nem lhe é permitido saber o que é amar uma mulher (o que acho injusto, mas não é isso que estou a discutir). Por isso, o casamento só pela casamento não vale de nada! Cabe aos noivos darem-lhe o significado que quiserem!

E pronto... Está aqui o meu testamento, já! xD
Beijinho

Lawliet Shinzo disse...

Sou forçado a dividir a minha indignação em algumas partes (merda da google páh xD)
-------------------------------------

Ora bem, a minha futura esposa já comentou, por isso tenho que lhe dar cobertura... xDD

"Duas pessoas que achem que querem ficar juntas para sempre, das duas uma: ou estão tolas de todo ou estão quase a ficar." Epa, não é verdade! Faz parte! O ser humano é feito sobretudo de impulsos! Aquilo que para nós é bestial para nós agora, pode no momento seguinte ser besta! Mas enquanto que é bestial, há que aproveitar, pois nada nos garante que passe a ser besta algum dia! Pode nem acontecer! É um tiro no escuro? É! Mas acho que vale a pena arriscar!

"Já viram quanto tempo é o 'para sempre'? É que não se trata de 2 meses, 2 anos, 20, 50, 60 anos. Trata-se de 'sempre'. Para o resto da vida. É muito tempo!" Para sempre não é o mesmo que para o resto da vida! Eu acredito no amor eterno, e posso-te garantir que uma vida não chega para o desfrutar!

Lawliet Shinzo disse...

Parte 2:


"E quando os noivos apaixonados se fartarem um do outro? Sim, quem ama também se cansa, também se chateia. E também se vai embora. Nada é eterno, meus caros." Se os apaixonados se fartam é porque não é amor.. É sim uma paixoneta! Uma pequena "obsessão"! Quem ama não cansa porque uma relação não é viver de uma rotina, mas sim do viver novas experiências no dia-a-dia, no intensificar relações, no (como tu bem dizes num texto mais recente) reavivar a chama!

"Carago, o casamento É UM PAPEL!" Certo! O casamento é um papel! É uma cerimónia criada pelo homem! Dirigida por um homem! O casamento em si não vale de muito... As alianças, o beijinho em frente ao padre... Isso não tem valor! O casamento só vale aquilo que os noivos quiseres que vale! Porque um padre dizer "Declaro-vos marido e mulher" é facil! Qualquer badameco diz isso! Um padre é um badameco qualquer! Badameco esse que nem lhe é permitido saber o que é amar uma mulher (o que acho injusto, mas não é isso que estou a discutir). Por isso, o casamento só pela casamento não vale de nada! Cabe aos noivos darem-lhe o significado que quiserem!

E pronto... Está aqui o meu testamento, já! xD
Beijinho

Anónimo disse...

Um bom ponto de vista. :)