quarta-feira, 25 de agosto de 2010

#16 LETTER TO SOMEONE THAT'S NOT IN YOUR CITY OR COUNTRY

Ao olhar para todas as cartas que tinha que escrever, não encontrava nenhum em que te pudesse encaixar (e que ainda não estivesse destinada a ninguém). Depois pensei que não interessa qual o 'título' em que apareceria um texto para ti mas sim realmente aparecer. E cá está.
Conheço-te há sensivelmente um ano e já te considero há muito uma grande amiga. Sei que posso contar contigo nos bons e nos maus momentos. Sei que és sempre sincera comigo, que o que tens a dizer dizes. Sem rodeios. Sem meias medidas. Avisas-me quando não devo fazer algo, pois será um erro. E depois de eu cometer esse erro, não me viras as costas. Pelo contrário, ofereces o teu ombro para eu chorar.
Tens os teus defeitos, como toda a gente. O maior deles é o facto de seres bastante mimada (apesar de não achares isso) e tornares-te assim ingénua e dependente. Dependente especialmente do teu namorado.  E isso não é nada bom para ti, pelo contrário. Mas... afinal quem sou eu para te julgar? Acabo por ser um bocado como tu. Whatever.
És uma amiga impecável. A nossa Amizade é daquelas que sei que não vai durar só os 5 ( + x) anos do curso. É para ficar. Entraste na minha vida para ficar. E só te tenho a agradecer por isso.
És incrível, Dani.
Adoro-te.

Imagem

2 comentários:

Hapi disse...

Obrigada!
Os teus posts também são óptimos! *.*

Dani disse...

Tudo tão verdade... ADOROOOOOO-TE TANTO :')


(obrigada :$)