quarta-feira, 20 de julho de 2011

Dizem que não devemos escrever à noite. Que quando escrevemos à noite o nosso lado mais triste e mais melancólico vem ao de cima. Que não dizemos bem aquilo que sentimos e dramatizamos qualquer situação mais do que o que ela na verdade é. Dizem que sim. Também dizem por aí que tomar banho depois de comer alguma coisa pode fazer com que a digestão pare. E é por isso que deixo de o fazer? Não. Porque sei que apesar de as pessoas dizerem, não é verdade. Que o que conta é a diferença de temperatura entre a água e o corpo. O mesmo acontece com a escrita. Continuo a escrever à noite. Porque é quando sinto paz de espírito suficiente para o fazer. É quando tenho um tempo para parar e deixar as minhas mãos fluírem quase automaticamente pelo teclado do computador. É quando consigo trazer os meus pensamentos ao de cima e descarregar tudo aqui. Umas vezes com textos extensos, outras vezes nem tanto. Umas vezes com a pura das verdades, outras vezes com exageros da realidade. Escrevo à noite porque isso me faz feliz. E não há superstição nenhuma que me vá fazer mudar de ideias.

4 comentários:

LA disse...

E se fossemos ligar a tudo o que dizem por aí não tomávamos banho quando estamos com a menstruação... Loooool... Só de imaginar xD

Daniela disse...

eu também adoro escrever de noite pois, como tu dizes, é quando parece que as palavras fluem tão naturalmente e sentidas...
também se ligássemos a essas superstições não fazíamos nada de nada. adorei *

Daniela disse...

pois, eu também acho que seja isso. simplesmente falta de coragem :'s

Bms disse...

"Do what you like", já os outros diziam!
Gosto muito do teu blog continua!! =)